Make your own free website on Tripod.com
HOME
SAUDE

Home
NOSSO CANIL
ONDE ESTAMOS
BERNESE MOUNTAIN DOG
GOLDEN RETRIEVER
LABRADOR RETRIEVER
PADREADORES
MATRIZES
ALBUM DE FAMILIA
NINHADAS E RESERVAS
FUTURO PADREADOR A VENDA
NOSSOS FILHOTES
NOMES PARA FILHOTES
NOSSA HOMENAGEM
CURIOSIDADES CANINAS
ARTIGOS RELACIONADOS
HUMOR ANIMAL
LINKS FAVORITOS
CALENDARIO
SAUDE
FALE CONOSCO


A saude de seu cao e muito importante para ele, para voce e para todos os que convivem com ele.
Ele merece seu carinho.

COMPORTAMENTO ANIMAL

E preciso compreender a personalidade de seu animal de estimacao para que voce consiga acabar com os maus habitos, caso contrario, castigos e broncas nao serao eficientes.
Geralmente um problema de comportamento e apenas para chamar atencao de dono. Usar de violencia contra o animal tambem nao vai funcionar, pois os animais nao reconhecem um castigo como uma punicao por um ato errado. Ficam medrosos, sofrem e nao aprendem o que se pretende.
Nunca deve-se permitir que um cao rosne para o proprio dono. Ele deve entender que seu dono e o seu verdadeiro lider.
Colocar a mao no prato de comida e da agua do cao enquanto ele come ou bebe, tirar objetos de sua boca, faz com que ele se acostume com a lideranca de seu dono. O cao nao deve ser excitado. Se acaso se cao rosnar para voce, diga-lhe firmemente NAO. Logo ele cedera. Este treinamento deve sempre ser mantido, mesmo quando o cao atingir a idade adulta.
O adestramento inteligente se limita a estimular as boas acoes, ignorando as mas. Nao ralhe com ele. Apenas ignore-o caso ele tenha um comportamento inadequado. Seu caozinho acabara entendendo que com bom comportamento ele ganhara de voce mais atencao e ate petiscos.
Nunca se esqueca que carinho e paciencia serao as suas maiores armas para alcancar sucesso em sua criacao.

Estou dodoi !!!

cachorro11.gif

Ai! Que dor!!

Acho que comi demais !

DISPLASIA COXO-FEMURAL

Displasia e o nome que damos a uma ma-formacao ossea da articulacao coxo-femural, ou seja, uma deficiencia no encaixe do femur ao osso da bacia.
E uma doenca muito comum em caes de porte medio e grande e hoje cada vez mais diagnosticada em caes de porte pequeno tambem.
A displasia pode ser:
hereditaria, ou seja, fruto de uma pre-disposicao familiar/genetica, sendo transmitida de pais para filhos;
adquirida, quando o cao sofre deficiencias nutricionais ou ainda quando recebe excesso de nutrientes na alimentacao ou mesmo pratica exericios de forma errada ou exagerada, ou mesmo quando cresce forcando as articulacoes devido ao piso do local em que circula ser escorregadio.
A displasia tende a provocar muita dor na articulacao atingida, porm, mesmo caes que tem a doenca podem nao manifestar nenhum sintoma, como mancar ou chorar ao fazer exericios.
Sabemos que, com a idade, a diminuicao do tonus muscular e a frouxidao dos ligamentos, tendem a aumentar a dor e as vezes, quando o processo esta muito adiantado, o cao nao consegue mais andar ou mesmo ficar em pe.

Diagnostico e Tratamento
A unica forma possivel de avaliacao da doena e atraves do Raio-X. Especialmente porque muitos caes tem a doenca mas nao manifestam seus sintomas, e recomendavel que todos os adultos de racas predispostas facam o exame.
Para que a avaliacao seja feita corretamente, durante o exame o animal precisa estar sedado e corretamente posicionado de barriga para cima e com as patas posteriores extendidas para tras. So assim a articulacao ficara totalmente visivel e sera possivel perceber as anomalias e medir com precisao os angulos de encaixe entre o femur e o osso da bacia.
Todo cao, ao fazer o Raio-X oficial sera identificado atraves da tatuagem na parte interna da orelha ou com microchip, assim como sua respectiva chapa, que tera um laudo executado por um veterinario credenciado para esse exame.
As formas mais comuns de avaliacao sao:
HD- A normal
HD +- B quase normal
HD+ C displasia leve
HD++ D displasia moderada
HD+++ E displasia grave


Os caes classificados como 'A' e 'B" sao considerados totalmente aptos a reproducao. Ja os caes com classificacao 'C', poderao ser usados, mas com cautela e desde que acasalados com parceiros com classificacao 'A'.
Caes com classificacao 'D' ou 'E' NUNCA devem ser utilizados na reproducao e deverao ter acompanhamento veterinario constante para evitar maiores consequencias do desenvolvimento da doenca no futuro do cao.
Gostariamos de deixar claro que, ao comprar um filhote, e MUITO importante que se conhea o laudo de displasia dos pais. Essa informacao pode reduzir muito a chance de seu cao apresentar displasia quando adulto. No entanto, convem ressaltar que o laudo dos pais NAO ANULA totalmente a possibilidade de um cao apresentar problemas futuros, uma vez que sabemos que caes de raas com pre-disposicao a displasia podem apresentar sintomas da doenca mesmo que tenha vindo de uma 'familia' devidamente controlada pelo criador.
Fonte: http://www.dogtimes.com.br/index_clas.htm

HABITOS DE HIGIENE

E a primeira licao que o cao deve aprender. Esse e o primeiro passo do aprendizado e passo aqui algumas dicas para que seu amigo aprenda tudo que precisa bem rapidinho.

DICAS IMPORTANTES PARA OBTER SUCESSO:

1. Ensope folha de jornal com a urina dele e ponha no lugar previamente determinado para as necessidades.

2. Se percebe que vai evacuar leve-o imediatamente para esse lugar. Se necessario e, com certeza, vai ser peque-o no colo.

3. A cada vez que fizer as necessidades no lugar certo deve ser elogiado bastante. Nao esquecer que o processo fisiologico comeca a ser controlado aos quatro meses.

Nenhum cao nasce sabendo, mas o instinto natural de manter limpa a morada colabora bastante com o aprendizado. Os machos tem por habito marcar o territorio com inumeraveis urinadas, mas logo aprendem a respeitar a casa.

Os caes mais novos fazem suas necessidades a cada poucas horas. Fique esperto porque o ritual e sempre o mesmo.

1. Em seguida a comer, beber, brincar ou acordar. Nessas horas os caes precisam esvaziar a bexiga e os intestinos.

2. Se comeam a cheirar o chao e andar a roda, corra para leva-lo a seu lugar de higiene.

O jornal da higiene deve ser colocado longe da cama e do lugar do alimento e deve ter acesso a qualquer hora.

Um severissimo NAO deve ser o castigo quando pego em flagrante fazendo necessidades fora do lugar.

Tente associar uma palavra (por exemplo: xixi) ao ato de urinar, pronunciada no momento em que ele estiver nessa tarefa. Sera facil ordenar que se alivie antes de sair de carro.

Nunca use amoniaco na limpeza. O cheiro e associado ao da urina.

Jamais esfregue o focinho dele sobre o xixi ou coco feito em lugar errado. Alem de nao ser higienico, so confundira o animal.

Nenhum animal deve ser castigado durante o periodo da educacao. Os resultados so vem com reforcos e recompensas positivas.

Leve-o para um passeio um pouco antes de dormir e durante a noite nao deixe agua.

Se depois de bem educado voltar a fazer xixi fora do lugar cuide que nao seja um problema de saude. Se nao for, volte as licoes.

Se o cao deve ser ensinado a ter compostura e educacao dentro de casa, na rua e a vez do dono aprender a utilizar regras e normas de boa conduta.

Quando seu mascote for um pouco mais velho, ja estiver com as vacinas em dia e habituado a coleira chegou a hora de ensina-lo a fazer suas necessidades durante os passeios, que e outro capitulo muito importante da educacao.

O cao nao deve escolher qualquer lugar para seu alivio. Deve ser em lugares destinados a essa finalidade.

Respeite os jardins e areas verdes e, principalmente, areas de recreacao e parques infantis.

Prolongue o passeio depois das necessidades satisfeitas. Nao o leve imediatamente para casa.

AGORA EDUQUE A SI MESMO

Recolha as fezes que seu cao fez na rua durante o passeio. Existem a venda nas lojas especializadas ferramentas para essa finalidade. Mas, na realidade, o que se precisa e apenas de boa vontade e saquinhos plasticos.

DEZ REGRAS DE OURO PARA A SEGURANCA DA CRIANCA

Mario Perricone

1. O cachorro defende instintivamente as orelhas e o nariz, pois esses dois sentidos (audicao e olfato) sao os que lhe garantem a sobrevivencia: faca com que a crianca nao o atormente ali.

2. A crianca puxa o rabo do cachorro? Proiba! Para o cachorro, o rabo e um apendice util; serve para se exprimir na linguagem gestual e como timao quando caminha. Quando se puxa seu rabo, isso o limita na sua faculdade expressiva e no movimento.

3. Nunca cair em cima dos ombros de um cachorro. Fazendo uma surpresa: eles nao gostam de ser tocados por quem nao veem.

4. Nunca deixe que a crianca sopre no focinho dele: poderia ser interpretado como um sinal de superioridade, nao apreciado pelo cachorro adulto (no grupo selvagem, o chefe bufa nos focinhos de seus suditos).

5. Encarar um cachorro significa que voce o esta desafiando e leva a uma rixa: impeca que a crianca faca isso.

6. Se a crianca brinca com o cachorro, mesmo filhote, usando um bastao, nao deixe: o cachorro vai se sentir ameacado.

7. O cachorro que come nao deve ser perturbado, nem quando filhote: um gesto de crianca, mesmo involuntario, poderia fazer com que o animal tivesse medo de perder a comida (nutrir-se e uma necessidade primaria e ele poderia defender o prato); para evitar riscos, nunca deixe a crianca sozinha com o cao nessa situacao.

8. Deve-se ensinar a crianca a falar com o cachorro adulto ou filhote, com voz baixa e calma: a audicao de seu amigo e muito sensivel e gritar perto da orelha provoca um mal-estar insuportavel pra ele.

9. O cachorro tem uma memoria comparavel a do elefante: um cheiro, um ruido, um som leve bastam para que eles se lembrem de momentos felizes ou tristes da infancia. Ele lembrara de ofensas recebidas enquanto filhote e, quando crescido, pode afastar com metodos convenientes e desagradaveis o autor dos maus-tratos.

10. Um filhote que sucede um outro cachorro, mesmo da mesma raca, pode ser parecido, mas nunca igual: tera um carater proprio, respostas originais e comportamentos diferentes a estimulos externos, com uma linguagem completamente particular.

cachorro11.gif